O carismático ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva ou simplesmente Lula como é conhecido por todos os lugares, participou em 1º de outubro de uma carreata sobre uma caminhonete na cidade do ABC paulista, São Bernardo do Campo, e pronunciou a seguinte frase bombástica de grande apelo emocional: "urna não é lugar de depositar ódio... deixem o preconceito dentro de casa", reiterou Lula. Como sendo praticamente impossível se desligar da calorosa vida de líder sindical e político idealizador de planos sociais arrojados, implementados nos 13 anos em que o PT - Partido dos Trabalhadores - esteve no poder no Brasil, o ex-presidente pernambucano ficou lado a lado com o prefeito daquela cidade, Luiz Marinho, e também com Tarcísio Secoli, candidato pelo mesmo partido nas eleições de 2016.

Publicidade
Publicidade

Lula deu instruções claras de que os simpatizantes do PT não aceitem provocações, mesmo apesar de seu partido ter sido "criminalizado" pelo governo do ex-presidente interino Michel Temer e reafirmou que no domingo, “na hora de votar, é importante vocês saberem que urna não é lugar para depositar ódio e preconceito. Urna é lugar para depositar esperança e sonhos".

Apesar do líder petista não ter nenhuma formação universitária, sendo alvo de críticas de alguns dos seus opositores por isso, é inegável que Luiz Inácio é possuidor de uma oratória no mínimo invejável, o que pode ser comprovado na forma como se expressa dizendo “que os que nutrem ódio (pelo PT) deixem o preconceito dentro de casa e votem pensando no seu filho, no seu neto. Não é votar no passado. É votar pensando no futuro".

Publicidade

O trajeto do sábado foi um pouco superior a dois quilômetros de caminhada, sendo que Lula trajava a sua já habitual camisa vermelha desenhada com uma estrela do PT. Ao chegar no destino final da carreata que era a Igreja Matriz, Luiz Inácio foi junto com a sua esposa Marisa a pé em direção a via pública Marechal Deodoro, abarrotada de comércios e com muitas pessoas que estavam por lá naquele momento.

Lula criticou duramente Michel Temer

O ex-presidente fez questão cutucar #Michel Temer, quando falou que o Brasil não conquistará melhoras, elevando a aposentadoria das representantes femininas para a idade de 65 anos e ainda completou dizendo que muito provavelmente, as mulheres de quem estão fazendo essas propostas sem sentido, não devam ter três jornadas de trabalho, assim como a mulher comum do povo geralmente possui.

A imprensa também foi criticada pelo petista e não pode deixar de dizer que o governo de Michel Temer é um governo “golpista” despreparado para conduzir o Brasil neste período de turbulência, pois, de fato, é desconhecedor das reais necessidades do país e de sua imensa população. Antes do término do encontro político, Lula fez questão de tirar "selfies" com os militantes do PT e instou à população que votasse em Tarcísio Secoli para prefeito. #Eleições 2016