O nome do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva é conhecido por todo o Brasil. Ele foi eleito ao principal cargo no país duas vezes. Ao deixar a presidência, dando espaço para a companheira de legenda, Dilma Rousseff, o ex-líder sindical batia patamares recordes de aprovação. As coisas mudam. Neste domingo, 02, aconteceram as eleições municipais e o Partido dos Trabalhadores (#PT) é chamado pela imprensa e por especialistas como o 'grande derrotado'. Não faltam números para isso. O principal deles é que a legenda teve sua pior eleição em vinte anos. Na melhor das hipóteses, o partido de Lula terá apenas dois prefeitos entre as 26 capitais brasileiras.

Publicidade
Publicidade

Apenas um foi eleito em primeiro turno, justamente na capital com menos habitantes, no Acre.

Outro dado curioso envolve um membro da família do ex-presidente. Marcos Cláudio Lula da Silva é filho de Lula. Ele é filho adotivo do político com a ex-primeira dama Marisa Letícia. O pai e a mãe adotivos de Marcos são investigados pela Lava Jato. De acordo com uma matéria publicada pelo site da Revista Veja, ele repetiu o vexame do Partido dos Trabalhadores, no ABC Paulista, e não se elegeu vereador justamente no berço político do pai, São Bernardo o Campo.

Marcos ficou na posição de número cinquenta e oito, recebendo apenas 1.504 votos. Isso não mostra somente o desprestígio do PT, mas também do próprio Lula. A região sempre foi considerada como a de votos certos para a sigla dos trabalhadores, mas com o desemprego batendo níveis recordes, os eleitores decidiram fazer escolhas diferentes. 

Curiosamente, na região, quem teve mais votos foi um candidato do partido historicamente conhecido como rival do PT, o PSDB.

Publicidade

Os tucanos colocaram Fernando Henrique Cardoso na presidência e estão com forças para levar um novo nome ao poder mais alto do país. Isso porque a região de São Paulo tem prefeito, João Dória, eleito em primeiro turno, e governador, Geraldo Alckmin, em seu segundo mandato, governando. Isso acaba sendo um reflexo para todo o país.  #Impeachment