O atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (#PT), acumulou uma dívida de R$ 8 milhões durante a última corrida eleitoral. Para tentar se reeleger, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral, o petista gastou cerca de R$ 14,6 milhões em sua campanha.

Porém, quem saiu vencedor das #Eleições 2016 foi João Dória. E, ao invés da eleição, o que Haddad ganhou foi uma dívida, no valor de aproximadamente R$ 8 milhões. Para sanar a mesma, o petista lançou uma vaquinha virtual, na qual pede para que a “moçada” o ajude a encerrar a campanha. 

No vídeo, que tem cerca de 60 segundos, o prefeito diz que “a eleição acabou, mas a campanha ainda não”. Ele segue dizendo que para “continuar defendendo as nossas propostas pra educação, pra cidade, pro país, a gente precisa encerrar a campanha”.

Publicidade
Publicidade

Segundo o que foi explicado, o dinheiro arrecadado deve ser usado para “honrar nossos compromissos com quem trabalhou duro em nossa campanha”.

Na postagem feita na página oficial de Haddad, ele ainda frisa que a ajuda de todos é muito importante e que “é com ela que vamos seguir em frente e continuar debatendo a cidade e o país que queremos construir”.

Pelo site, onde está sendo arrecadado o dinheiro, é possível fazer doações de R$10, R$25, R$50, R$100, R$500 ou R$1000. Mas também existe a opção para o doador escolher valor a ser doado. No entanto, cada pessoa não pode doar mais do que R$1.064,09 por dia. A doação é feita pelo cartão de crédito.

Não há informação de quanto foi arrecadado até o momento.

Repercussão nas redes sociais

É claro que a campanha de arrecadação de dinheiro lançada por Fernando Haddad, em prol da própria campanha, repercutiu demais nas redes sociais.

Publicidade

O vídeo publicado por ele teve mais de 100 mil visualizações. A Rádio Band News também publicou o vídeo, que alcançou mais de 1,2 milhão de visualizações em apenas 17 horas.

O número de comentários criticando a campanha são numerosos. Como, por exemplo, o feito por França Carol França, que disse: “Este é o prefeito que administrou nossa cidade, não aprendeu nada nunca gaste mais do que arrecada, agora se vira nos Trinta!”.

Outra usuária, Cássia Mendes, fez uma crítica humorada: “Oi gente, venho humildemente pedir a ajuda de vcs, durante alguns meses gastei mais do que podia, e então acabei não pagando meu cartão de crédito. Vcs poderiam me ajudar? Passo a conta pra quem desejar contribuir com minha má administração... Obrigada, de nada! Avá!”.

Também não faltaram comentários com ofensas, e outros dizendo para que Haddad peça doações para petistas que estão sendo investigados, como o Lula, Pallocci e Dilma. Também houve aqueles que “aconselharam” que o prefeito peça doações para artistas que expressam – muitas vezes agressivamente – seu apoio ao PT, como Wagner Moura, Tico Santa Cruz, José Abreu, entre outros.

Publicidade

Ainda que em menor quantidade, também é possível encontrar alguns comentários defendendo o atual prefeito, como o feito por Marcos Leite: “Prefeito Haddad, com certeza estarei contribuindo, e se preciso for, trabalharei novamente fazendo campanha para você”. Já Horacio Reis disse que “de Grão em Grão reconstruiremos a Esquerda no Brasil, e acredito em você Haddad como protagonista nessa nova caminhada (...) Doação Realizada com Sucesso”. #Política