A operação #Lava Jato, chefiada pelo juiz paranaense Sergio Moro, está cada vez mais perto de prender o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva. O site Diário do Poder informou que Lula encontra-se com medo de ser preso, e que na manhã desta segunda-feira (17) havia mais de 100 pessoas em frente à casa do ex-presidente (localizada na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista) realizando uma manifestação contra uma suposta prisão de Lula.

O desespero dos petistas se deve à um áudio que virou viral nas redes sociais ontem (dia 16), no qual o presidente do Partido dos Trabalhadores (#PT), Rui Falcão, teria dito que Lula poderia ser preso a qualquer momento, pois a decisão de prender o petista já está dada entre os agentes da Lava Jato.

Publicidade
Publicidade

No áudio atribuído à Falcão o mesmo diz que não leu nenhum documento, mas que recebeu informações de que a prisão de Lula está próxima.

Porém, no áudio  que “viralizou” nas redes sociais não é mencionado o porquê Lula pode ser preso a qualquer momento pelo juiz Sérgio Moro. Vale relembrar que, segundo as investigações do Ministério Público Federal, Lula era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na Lava Jato”.  Lula é acuado de receber 3,7 milhões de reais em propinas da construtora OAS, além de estar envolvido mais 6 esquemas de lavagem de dinheiro.

No áudio atribuído ao petista Rui Falcão, é dito que o ex-presidente Lula pode ser preso  antes mesmo do seu aniversário de 71 anos, que será comemorado no próximo dia 27 de outubro (na quinta-feira da próxima semana). “Não temos a data exata da prisão do Lula, temos que ser calmos”, teria dito Rui no áudio divulgado em redes sociais, em especial no Facebook e Youtube.

Publicidade

“É bom pensarmos em formas de mobilização contra a prisão do Lula, temos que  nos mobilizar rapidamente se isso acontecer, eu sugiro a todos muita reflexão pelo momento”, também teria dito Falcão no áudio vinculado a sua pessoa. “Estamos vivendo num Brasil de ditadura com fachada de democracia”, diz o presidente do PT em áudio divulgado nas redes sociais.