O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da operação Lava Jato, deu uma resposta ao jornal "Folha de S.Paulo" sobre um artigo que foi publicado pelo professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Rogério Cezar de Cerqueira Leite. O artigo se chama "Desvendando Moro" e revela críticas sobre a atuação do juiz nas operações da #Lava Jato. No artigo, Rogério Cezar afirma que Moro seria muito infeliz caso não existisse corrupção no Brasil e descreve o juiz como um homem de sentimentos "aristocráticos" e alguém que se coloca acima de toda humanidade. Rogério caracteriza que Moro teria a "síndrome do escolhido".

Resposta de Moro

Sérgio Moro, juiz federal que atua na cidade de Curitiba, já teve inúmeras vezes seu trabalho elogiado.

Publicidade
Publicidade

A repercussão do texto do professor da Unicamp não agradou o juiz que foi enfático em sua resposta. Moro afirmou que considera a matéria "lamentável" ainda mais sendo publicada por um jornal tão popular como a "Folha". Ele enfatiza que o autor colocou palavras de efeito rancoroso sobre um trabalho tão sério de combate a corrupção como a operação Lava Jato.

O juiz afirmou que não existe base nenhuma para os argumentos do professor e caracterizou a situação como uma "cegueira ideológica" e diz que as críticas são sempre bem-vidas, porém quando se trata de críticas baseadas em opiniões partidárias, elas revelam apenas "preconceito e rancor". Moro afirma que a "Folha" deveria evitar publicações sem base "factual" por ser um jornal que há anos mantém um tradição e tem uma história. 

Resposta da Folha

A "Folha de S.Paulo" afirmou em nota que os artigos que são publicados no segmento "Tendências/Debates" não transmitem a opinião do jornal, apenas do autor. 

Leitores do jornal fizeram críticas ao professor da Unicamp sobre o posicionamento dele em relação a atuação do trabalho de Sérgio Moro.

Publicidade

Um leitor da cidade de Guaratinguetá, São Paulo, afirmou que a publicação foi "lamentável" e que o Poder Judiciário reafirma todas as decisões tomadas por Sérgio Moro.  #SérgioMoro #PartidosPolíticos