Quando aprovado em 1º turno, o texto base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241 passou com o voto de 366 deputados. Na noite desta terça-feira (25), quando ocorreu a votação em 2º turno da mesma PEC, foram 7 votos a menos favoráveis a Proposta encaminhada pelo Executivo ao Congresso, 359.

Quatro deputados mudaram seu votos do 1º para o 2º turno. Hissa Abrahão (PDT-AM) primeiro foi a favor e depois votou contra a PEC. Bebeto (PSB-BA) também havia sido a favor e se absteve no 2º turno. Silas Freire (PR-PI) não votou no 1º turno e agora foi contrário. Marcelo Belinati (PP-PR) havia sido contra a PEC e no segundo momento votou de forma favorável.

Publicidade
Publicidade

27 foi o número de deputados que não votaram no 1º turno e compareceram ao 2º, sendo que 17 seguiram as ordens do Planalto e votaram para aprovar a PEC, enquanto 10 foram contrários. 

Já 29 estiveram no 1º turno e não votaram na noite desta terça-feira. Temer perdeu 23 desses votos, enquanto 6 haviam votado contra a Proposta de Emenda à Constituição.  #pec 241 #Dentro da política