Qual é o seu herói? Em quem você se espelha no seu trabalho?  No caso dos políticos, estas respostas geralmente envolvem grandes líderes mundiais, como John kennedy ou Winston Churchill. Mas há exceções. É o caso do vereador recém-eleito de Salvador, Igor Kannário (PHS). Kannário, que também é cantor de pagode, gravou um vídeo onde diz que agora, como legislador municipal, quer ficar parecido com o Pablo Escobar, traficante colombiano mundialmente conhecido tanto por seu talento para os negócios como pela sua crueldade na forma com que tratava os inimigos (veja o vídeo abaixo).  "Esquema Pablo Escobar brasileiro, tá ligado?", brincou. 

Esta não é a primeira vez que Igor Kannário flerta com o mundo do crime.

Publicidade
Publicidade

No ano passado Kannário foi flagrado com cerca de oito "dolões" de maconha, o suficiente para produzir cerca de 30 cigarros da droga. O cantor foi preso sob acusação de tráfico de drogas. Em depoimento na delegacia o vereador disse que recebeu a maconha de fãs que jogaram a erva para ele, no palco. Assista ao vídeo em que Kannário diz que vai ficar igual a Pablo Escobar. 

Igor Kannário foi eleito no último dia 2 de outubro com 11 mil votos. Apelidado de "Príncipe do Gueto", está sempre envolvido em polêmicas. Em 2012, em Aracaju, possivelmente sob efeito de drogas, destruiu durante a madrugada um quarto de hotel onde estava hospedado e foi preso. Foi acusado ainda de pedofilia. No mesmo ano, foi flagrado dirigindo sem habilitação, fato que voltou a ocorrer em 2013. Em março de 2016, durante turnê pela Europa, gravou um vídeo em que dizia "já sei como é que compra minha seda aqui, viu?", uma referência ao papel em que os usuários enrolam a maconha. 

Pablo Escobar

O personagem histórico em quem Igor Kannário se espelha foi um narcotraficante que ganhou fama mundial e se tornou inspiração para diversas séries de TV e filmes.

Publicidade

Chegou a se tornar, por meio da venda de drogas ilegais, um dos homens mais ricos do muindo, de acordo com a revista Forbes. 

Pablo Escobar foi eleito vereador em 1979, cargo que optou por não exercer. Em 1982 tornou-se deputado federal. Comemorou a eleição no Brasil, em uma grande festa regada a prostitutas e drogas.  #Eleições 2016