O ex-presidente da Câmara dos Deputados, #Eduardo Cunha, passou por momentos complicados no aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro. De acordo com um vídeo, com grande repercussão pela internet, Cunha havia acabado de chegar ao aeroporto e caminhava tranquilamente, empurrando um carrinho de bagagens. Aos poucos, as pessoas foram percebendo a presença do ex-deputado e começaram à hostilizá-lo com gritos de revolta: "Fora Cunha", "Ladrão", "Safado".

No meio da multidão, apareceu uma senhora que perguntou para as pessoas se era Cunha mesmo. Ao afirmarem que era o ex-deputado, alguém agita a senhora e diz "Vai lá e pega ele".

Publicidade
Publicidade

A mulher corre em direção a Cunha, e ao alcança-lo começa a bater nele.

A maioria das pessoas que observavam a situação começaram a vibrar com a atitude da senhora, incentivando a agressão. Veja o vídeo:

 

Twitter

A assessoria do ex-deputado não quis comentar o fato. Após as divulgações das imagens, Cunha comentou em seu Twitter, que a mulher faz parte de um "grupinho" que sempre tenta em todos os lugares constranger sua pessoa.

Segundo Cunha, essas pessoas possuem as informações de sua chegada nos aeroportos e afirmou que nada vai constrangê-lo. O ex-presidente da Câmara ainda disse que essa gente é do Partido dos Trabalhadores (PT), que estão revoltados por perderam suas "boquinhas' e tentam infernizar a vida dos outros.

Processos

Eduardo Cunha é um grande inimigo do PT e foi com ele que começou todo o processo de #Impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Cunha responde por duas ações penais na Operação Lava Jato.

Publicidade

Um das ações é por manter contas secretas na Suíça e a outra por desviar milhões da Petrobrás.

A agressão sofrida pelo ex-deputado foi na quarta-feira (12), período da noite. O peemedebista acredita que foram pessoas ligadas ao PT que causaram esse transtorno.

O peemedebista quer saber quem é a senhora que o agrediu, inclusive ele pediu informações à Infraero. "Vou processar essa senhora", disse Cunha.

O ex-presidente da Câmara também comentou que em várias viagens que faz, muitas pessoas tem apoiado seus trabalhos e sempre tiram "selfies" com ele. #Corrupção