Na última quinta-feira, dia 3, o juiz federal Sérgio Moro aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil, Antônio Palocci. Agora ele e mais 14 investigados, incluindo o empreiteiro Marcelo Odebrecht, respondem formalmente pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção.

De acordo com os investigadores, planilhas apreendidas revelam que o ex-ministro teria coordenado o pagamento de R$ 128 milhões de propina pela Odebrecht. Assim, acredita-se que Palocci utilizava o codinome “Italiano” e era o principal agente público envolvido no esquema.

Em um dos casos, Palocci atuou na aprovação de uma Medida Provisória que garantiria benefícios fiscais para a empreiteira fechar negócios na África e também interferiu em licitação para compra de navios que seriam utilizados na camada pré-sal.

Publicidade
Publicidade

Antônio Palocci cumpre prisão preventiva desde 26 setembro de 2016 sob acusação de receber propina da empresa Odebrecht em troca de favores à empreiteira em diversos projetos do Governo Federal. 

Entenda a Operação Lava Jato

Em 2014, iniciou-se a investigação do crime de lavagem de dinheiro envolvendo postos de combustíveis, sendo o caso processado perante a Justiça Federal de Curitiba, momento no qual ficou consagrado o nome da operação.

Inicialmente, foram investigadas e processadas quatro organizações criminosas encabeçadas por doleiros. Após, o MPF recolheu provas de um enorme esquema que envolvia a Petrobrás.

Dessa forma, as investigações tomaram grandes proporções, com ações em todo o país, e a #Lava Jato passou a ser a maior operação no combate à corrupção no Brasil. A Polícia Federal estima que o prejuízo da estatal tenha sido de R$ 19 bilhões.

Publicidade

Ainda de acordo com a Polícia Federal, estão envolvidos no esquema os maiores partidos políticos do país (PT, PSDB e PMDB).

A operação já está em sua 35ª fase (Omertà), justamente a que resultou na prisão de Antônio Palocci, bem como do ex-chefe de seu gabinete, Juscelino Dourado, e do ex-assessor Branislav Kontic. #Palocci réu