A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) parece que realmente “desapegou” de utilizar jatos, aviões da FAB e helicópteros para viajar como fazia na época em que ocupava o maior cargo executivo do país.

Nessa sexta-feira (04), ela fez uma viagem de 10 horas com seu carro para a capital do #Uruguai, Montevidéu. O objetivo da “cansativa” viagem (que levaria apenas duas horas em um voo comercial) foi o de participar de um encontro denominado “uma jornada internacional em defesa da democracia e contra o neoliberalismo”, organizado pela maior central do Uruguai, a PIT-CNT.

Quando chegou em Montevidéu, Dilma foi muito bem recepcionada pelo prefeito da cidade, Daniel Martínez.

Publicidade
Publicidade

Durante o evento, ela recebeu o título de “visitante ilustre” dos organizadores. Entre outros elogios, ela foi chamada pelos participantes como uma “mulher lutadora”.

No discurso de Martínez, ele destacou a relevância de Dilma ao Brasil e afirmou que por sua luta pela justiça, é que houve o respaldo popular para que ela fosse eleita presidente em duas oportunidades num país tão imenso como o Brasil.

O prefeito parece ter gostado tanto da presença de Dilma que até postou uma foto em seu perfil pessoal no Twitter dizendo que foi um prazer ter a ex-presidente do Brasil em sua cidade.

Dilma participou de passeata e discursou

No período da manhã de hoje, a petista foi convidada pelos organizadores do evento a participar de uma passeata pelas ruas de Montevidéu. Na programação, ela ainda participou de uma conferência com representantes sindicais uruguaios.

Publicidade

O tema da conferência foi “Eu defendo a democracia”.

Quando discursou, Dilma defendeu os governos de esquerda e afirmou que está ocorrendo um processo de reversão de conquistas sociais alcançadas durante sua estadia na presidência.

“Esse processo de reverter as conquistas sociais me preocupa muito e, ao que me parece, esse processo é uma característica continental”, afirmou.

O evento ocorreu na sede do governo uruguaio, na qual os uruguaios chamam de “Frente Ampla”. Essa foi a primeira viagem ao exterior de #Dilma Rousseff após ser destituída do poder através do processo de impeachment. #Manifestação