A ex-presidente Dilma Rousseff foi atração em lanchonete de Pelotas (RS), quando parou para fazer um lanche durante seu retorno do Uruguai. Essa foi a aparição mais recente de Dilma que foi recebida como atração na tradicional Circulu's Lanches, onde precisou ir para o banheiro para escolher o cardápio.

Há pouco mais de dois meses do impeachment, Dilma surpreendeu pela simpatia e pelo assédio. Segundo Juliana Medeiros Suanes, proprietária da lancheria "eram umas 200 pessoas num espaço pequeno. E nada de vaias. Independente de questões políticas, as pessoas viram na ocasião uma celebridade. Foram muito educados," concluiu.

Publicidade
Publicidade

A verdade é que a Dilma que tem circulado pelo país, nada se parece com a presidente rígida e séria como muitos a definiam. O que se vê é uma ex-presidente que não tem nenhum receio de se expor. Agradável, paciente e sem nada a temer, ela se comporta como alguém que não deve nada a ninguém.

Sua aparição foi um acontecimento local. Fez selfies com os funcionários da cozinha, com clientes do estabelecimento e teve que comer no escritório da lancheria devido ao grande número de pessoas que desejavam falar com ela, cumprimentá-la, tirar foto.

Aparição também em churrascaria de Pelotas

Mas Dilma não parou por aí. Ainda em viagem de carro ao Uruguai, parou em uma churrascaria também em Pelotas na última quinta-feita (3). Ela estava acompanhada de apenas três segurança e seu ex-ministro Pepes Vargas.

Publicidade

Segundo a repórter Carolina Marasco do Diário Popular, "Ela foi muito simpática e atendeu todos na churrascaria. Tinha muita gente pedindo para tirar fotos e selfies, e ela atendia. Pediu para conhecer a cozinha e tirou foto com os cozinheiros. Apenas não falou oficialmente com a imprensa". Além disso, a repórter ficou surpresa não só com a pouca segurança, mas também com a simpatia da ex-presidente que em momento algum se negou dar atenção. E o que chamou atenção foi o comentário de uma senhora que ao sair da churrascaria exclamou: "Essa sempre vai ser minha presidente". #Sociedade #Dilma Rousseff #Impeachment