O ex-governador Anthony #garotinho, que foi preso na última semana pela Polícia Federal, cita a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em uma escuta telefônica obtida pelo programa Fantástico, da TV Globo, com autorização da PF. Luciana Lóssio concedeu um habeas corpus para Garotinho.

Em conversas com o advogado, Fernando Fernandes, Garotinho sugere que a prisão estava sendo resolvida pela ministra Luciana Lóssio, mesmo antes de ser preso. Nas escutas, o ex-governador diz que conta com a abertura com a “ajuda” da ministra. Caso as suspeitas se confirmem, Luciana pode perder o cargo no TSE e Garotinho deve retornar à prisão.

Publicidade
Publicidade

“O HC [habeas corpus] caiu com a Luciana Lóssio”, começa a gravação divulgada pelo Fantástico, atribuindo a Garotinho. Ainda nas gravações, o ex-governador afirma que não seria viável entrar em contato com ela. Ao final, em conversa com o advogado, assegura que “ela [Luciana] tá bem ciente dos fatos todos”.

Prisão de Garotinho

Desde a prisão, a escuta telefônica é mais uma polêmica entre tantas envolvendo o ex-governador do Rio de Janeiro. Garotinho foi alvo de piadas e memes na internet ao resistir à transferência do Hospital Municipal Souza Guiar para o presídio de Bangu. A ordem foi dada pelo mesmo juiz eleitoral, Glaucenir Silva de Oliveira, que pediu a prisão do político, por considerar que Garotinho estaria recebendo “regalias” no hospital.

Outra polêmica foi uma tentativa de suborno que o ex-governador tentou, segundo o juiz eleitoral, por terceiros para não ser preso.

Publicidade

O valor, de acordo com Glaucenir, seria de R$ 5 milhões de reais. A denúncia foi feita pelo juiz à Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro.

“Os fatos serão apurados, em caráter urgente, pelo Ministério Público e Polícia Federal, pois a situação retratada pelo magistrado é extremamente grave", disse o procurador regional eleitoral Sidney Madruga.

O advogado de Garotinho informou também à publicação que vai fazer uma representação contra o juiz por difamação caluniosa. "O relatado pelo juiz, após seus abusos de autoridade e cenas grotescas da semana, merece resposta unicamente jurídica e ele irá responder criminalmente por denunciação caluniosa", declarou. #garotinho preso #ex-governador garotinho