A senadora Gleisi Hoffmann (#PT-PR) está sendo muito criticada por agir de uma forma "irresponsável" e ter uma "postura negativa" para o avanço do país. Depois que a senadora decidiu lutar com unhas e dentes em prol do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ex-presidente Dilma Rousseff, as coisas só tem piorado para ela. Ela está manchando a sua própria biografia e já tem eleitores que não compartilham as suas ideias.

Após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a senadora petista está atuando com o seguinte lema: "Quanto pior melhor". isso é o que dizem vários parlamentares. 

Em suas últimas ações, Hoffmann tentou de qualquer jeito "atrapalhar" o andamento da PEC que limita o teto de gastos públicos.

Publicidade
Publicidade

Antes de entrar em votação no Senado, a Proposta de Emenda Constitucional precisa do aval da Comissão de Constituição e Justiça, porém, Gleisi, na véspera da reunião, apresentou uma proposta absurda de emenda, detalhando que após a PEC ser aprovada no Senado, ela deveria ir para um referendo popular antes de entrar em vigor.

"Perdidos"

Tanto Gleisi quanto o Partido dos Trabalhadores estão "perdidos" em suas atitudes, é o que demonstra suas ações. Ao invés da senadora apresentar projetos alternativos e debater novas ideias, ela apenas tenta tumultuar o Plenário. A aparência que se tem é que nem Gleisi e nem o PT possuem propostas paralelas de oposição.

O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) comentou que o retardamento da PEC é uma postura irresponsável da senadora. De acordo com informações, até mesmo a oposição acha que a PEC poderia trazer bons frutos ao país.

Publicidade

Sabotagem

Várias pessoas estão insatisfeitas com a atitude de Hoffmann. A impressão que se tem é que ela quer sabotar qualquer iniciativa de melhoras para o Brasil.

A semana passada ela foi hostilizada por uma cidadã. A mulher disse que logo ela será presa. Gleisi respondeu "Não querida, mas você pode ir". A mulher se irritou e disse que "a bandida aqui não sou eu".

Em meio à discussão, Gleisi pede segurança para afastar a mulher. #Corrupção #Senado Federal