A ex-presidente Dilma Rousseff enviou uma nota comentando sobre o contato que tem com o ex-governador do #Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, devido algumas pessoas associarem seu nome com o dele. Segundo Dilma, Cabral nunca foi seu aliado e ele apoiou o senador Aécio Neves na campanha presidencial de 2014. Outro fato, que a petista comentou, foi que o ex-governador apoiou seu impeachment e orientou os líderes do PMDB a votarem pela sua cassação.

Mas ao voltarmos no tempo encontramos a ex-presidente Dilma muito próxima e unida a Cabral. Em 2013, durante a assinatura de um contrato para a implantação de um corredor BRT, no centro do Rio, a ex-presidente confirmou na frente de todas as pessoas, que independente do que falam do ex-governador, ela sempre permanecerá unida com ele.

Publicidade
Publicidade

Parcerias

Foram muitas as parcerias entre Dilma e Cabral. Podemos destacar as verbas federais que foram destinadas ao PAC, muitas obras referentes à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos. Em 2012, a petista elogiou Cabral em um discurso no Palácio Guanabara. "O Sérgio é uma ótima pessoa, sensível, grande brasileiro e carioca".

O ex-governador também já enalteceu Dilma. Em 2008, ele disse que ela tem qualidades para se candidatar ao que ela preferir. Naquela época, ela estava na mira para ser a sucessora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Esquecimento

De repente, nesta quinta-feira (17), #Dilma Rousseff esqueceu do grande contato que já teve com Sérgio Cabral. A sua assessoria comentou que o peemedebista jamais foi aliado da petista. Porém, tem um vídeo circulando na internet, em que mostra Dilma num comício, em 2010, pedindo votos para o presidiário.

Publicidade

"Sérgio Cabral foi o melhor governador que o Rio de Janeiro já teve", disse ela ao motivar as pessoas para votarem.

O ex-governador foi preso nesta quinta-feira (17) e divide a cela com mais 5 detentos. O café da manhã dele foi pão com manteiga e leite. Outro ex-governador que também está preso é Anthony Garotinho. Ele foi detido na Zona Sul do Rio. #Corrupção