Nessa terça-feira (01), o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva fez duras críticas ao que qualifica como “conservadorismo” paulista referente à PEC 241 que será uma “proposta de emenda à constituição” que irá reformar o ensino médio e modificar a matriz curricular do ensino. As declarações de Lula foram feitas no município de Buri, no estado de São Paulo, onde Lula esteve para inaugurar um laboratório da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Após o segundo turno das eleições municipais, essa foi a primeira vez que o petista faz uma aparição pública.

Acompanhavam Lula, na inauguração, a deputada Márcia Lia (#PT) e, o agora vereador, Eduardo Suplicy (PT).

Publicidade
Publicidade

Além da companhia dos dois políticos, o escritor Guilherme Boulos, integrante da coordenação do MTST.

Governo de Elite

Além de criticar a PEC 241, Lula disse que os estudantes devem ser mais ativos e participar mais de assuntos referentes à política. E se os estudantes tivessem uma maior participação na política, o “golpe” não teria força e poderia ser evitado.

“Temos que aprender a não negar a política, temos que fazer política. Porque a desgraça de quem não gosta desse assunto é que é governado por quem gosta”. Para ele, os que gostam de política são sempre a minoria e essa minoria ele classificou como “elite”.

Lula reconheceu erros no governo do PT

Sobre a crise econômica e sobre o alto índice de desempregados que o país tem, atualmente, Lula afirmou que erros realmente foram cometidos pelo governo petista que ficou treze anos no poder.

Publicidade

Mas que, agora, tudo faz parte do passado e que é preciso consertar o país.

“Não se conserta um país discutindo crise”.

Ele também disse que o Brasil era o país mais alegre do mundo e que agora o país ficou o mais mal humorado. E essa mudança, segundo seu ponto de vista, se deu de forma repentina.

Em outros pontos do discurso, Lula citou hipóteses sobre o impeachment de Dilma Rousseff e afirmou que o Pré-Sal pode ter sido um dos motivos de destituírem a presidente do poder. E que está ocorrendo no país não ocorreu por acaso e que existe algo maior por detrás de tudo.

  #Manifestação