O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva estaria a criar um problema grave para o país. Isso envolveria outros países, como mostra uma reportagem publicada neste sábado, 05, pela revista 'Veja'.

A revista diz que José Serra, do PSDB, que agora está no cargo de Ministro das Relações Exteriores, teria se mostrado muito preocupado com as notícias de que Lula e sua família podem pedir a qualquer momento asilo político. O objetivo do representante do Partido dos Trabalhadores (PT) seria um só, evitar ficar preso aqui no Brasil por conta da Operação Lava-Jato. A investigação está a cargo do juiz Sérgio Moro, tido como um herói no país. 

José Serra teria conversado com a principal publicação impressa do país por quase uma hora, dissertando sobre quais seriam os possíveis problemas internacionais diplomáticos criados com essa atitude supostamente esperada de Lula.

Publicidade
Publicidade

Os indícios de que ele deixará o país ficaram mais claros para o governo a partir do momento que os advogados do petista ingressaram com um pedido de análise contra Sérgio Moro na Organização das Nações Unidas (ONU). O principal país em que Lula pode pedir asilo seria a Itália, já que a sua esposa, Marisa Letícia, tem dupla cidadania, o que facilitaria todo o esquema burocrático. 

Um desastre pode estar a caminho

Caso o ex-presidente tenha sucesso com o pedido que fez à ONU, José Serra avalia que estará criado um desastre diplomático para o país. O ex-governante pode se tornar o criminoso mais importante do território nacional, mas ao mesmo tempo, as autoridades brasileiras não poderiam fazer muita coisa, já que teriam que respeitar a decisão do governo italiano ou de qualquer outro que aceite receber esse problema em suas mãos. 

Acusações

Não é a primeira vez que a Veja diz que o político pode sair do Brasil.

Publicidade

Em março deste ano, uma reportagem da publicação deu destaque à essa possibilidade. Na avaliação que Serra fez a Temer, Lula ainda dispõe de capacidade de fazer barulho no exterior. Para isso, ele é conhecido como um dos melhores em toda a política nacional.