Uma mansão em Punta del Este, estimada no valor de dois milhões de dólares, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal como parte do património oculto do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio #Lula da Silva, relata a revista Isto É. A #Lava Jato foiao Uruguai a partir da confirmação da existência desta luxuosa residência em Timbo. A mansão tem 7.500 metros quadrados de terreno e um amplo ambiente de detalhes luxuosos.

Os promotores que investigam a Lava Jato buscam unir os pontos para provar que a mansão foi obtida com favores de empresários ligados às concessões de obras na Petrobras. O esquema seria semelhante ao que foi relatado e através do qual Lula teria obtido um triplex no Guarujá, e outros imóveis em Atibaia, em uma lista mais ampla.

Publicidade
Publicidade

O ex-presidente nega abertamente possuir esta rede de propriedades e observou que a investigação seria um ataque à sua pessoa, para evitar voltar a ser um candidato a presidente do Brasil.

Lava Jato desconfia de Grendene

A investigação sugere que, neste caso, o "patrono" do ex-empresário Alexandre Grendene é um habitante de Punta del Este. A Grendene esteve sempre ligada à indústria do calçado. Seu império se estendia desde Novo Hamburgo para o resto do Brasil, e seu negócio plantou raízes em outras áreas.

Sob a investigação da Lava Jato, a Grendene é acusada de receber empréstimos subsidiados do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para 3 bilhões de reais, entre outras operações proibidas.

A Grendene foi um dos financiadores do sobre a vida de Lula. Ele também foi um dos "motoristas" do plano privado "Fome Zero", o projeto carro-chefe das duas administrações presidenciais do líder esquerdista.

Publicidade

Segundo a revista Isto É, o relatório intitulado" A ligação da família Uruguai Lula" relata que um dos filhos de Lula da Silva tem sido implicado pelos empregadores na construtora Odebrecht.

A Odebrecht e outras construtoras, como a OAS, são investigadas pelos subornos de pagamentos em troca de concessão de obras concurso.  #Política