O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou uma nota à imprensa, em seu site na internet, e mostrou a todos, a tristeza que está sentindo pela #Morte do principal líder cubano, #Fidel Castro, ocorrida na madrugada dessa sexta-feira (25). O petista afirmou que a dor que está sentindo nesse momento é a mesma dor de “perder um irmão mais velho”. A admiração de #Lula a Fidel é tanta, que ele classificou o líder da revolução cubana como “o maior de todos os latino-americanos”.

“Morreu ontem, o maior de todos os latino-americanos, o comandante, que liderou a revolução cubana, meu amigo, companheiro Fidel Castro Ruiz”, afirmou o ex-presidente.

Publicidade
Publicidade

Lula também afirmou que perdeu um “companheiro insubstituível”. No decorrer da nota, ele contou a história de como conheceu o ditador cubano. Lula afirmou que conheceu pessoalmente Fidel em 1980, em Manágua, durante um evento que comemoraria o aniversário da revolução sandinista. E ali, segundo ele, uma longa e afetuosa relação começou, baseada na busca de caminhos dentro da política que levassem a emancipação dos povos brasileiro e cubano.

Exemplo de Fidel

Para Lula, Fidel Castro foi um exemplo de bravura para as nações que tentavam resistir à tirania de regimes ditatoriais espalhados pelo mundo.

“Fidel foi sempre uma voz de luta e esperança”, disse Lula em sua nota. Ele ainda ressaltou que os sonhos de liberdade, soberania e igualdade dos povos do continente e dos trabalhadores dos países considerados mais pobres ouviam essa voz de Fidel Castro, especialmente os homens e mulheres da sua geração.

Publicidade

Legado de Fidel

Lula afirmou que o legado de Fidel Castro servirá de exemplo as futuras gerações. Para ele, o principal legado do líder cubano será o de dignidade e de compromisso na luta e na busca de um mundo sem desigualdades e mais justo.

Ao final da nota ele escreveu:

“Hasta siempre, companheiro, amigo e comandante”, concluiu Lula, que não quis confirmar sua presença nas homenagens fúnebres que ocorrerão no funeral de Fidel Castro, que serão realizadas em Havana.