Após Lula levar ao conhecimento internacional o seu caso judicial, acusando o juiz Sérgio Moro de estar lhe perseguindo, o ministro das relações exteriores, José Serra, em nome do #Governo federal, salientou que o ex-presidente pode aproveitar que seu caso está na mídia e pedir asilo político em um dos países ‘amigos’ do seu antigo governo, alegando que no Brasil pode ser preso arbitrariamente, sem ser culpado pelos crimes dos quais é acusado.

A declaração foi dada para a revista Veja, que entrevistou o ministro José Serra, ex-governador de São Paulo. Para o ministro, #Lula já sabia que a ONU é apenas órgão consultivo e orientador, não podendo intervir em processo judicial ou político de nenhum país, mas optou em protocolar uma denúncia contra Sérgio Moro, a fim de chamar a atenção de outros países, para facilitar eventual asilo político.

Publicidade
Publicidade

Serra ainda salienta que se o pedido de asilo político de Lula se consumar, isso pode acarretar problemas diplomáticos para o governo brasileiro, uma vez que a condição de asilo é representada pela perseguição política, partidária ou de crença, seja por uma multidão ou por uma autoridade do país.

Lula afirma que é perseguido pelo juiz Sérgio Moro e embora as ações do juiz estejam previstas nas funções de seu cargo, estando de acordo com a legalidade, autoridades de outros Estados não sabem e podem condenar o Brasil, rompendo acordos importantes para a economia, por conta de uma possível concessão de asilo.

Em março desse ano, a mesma revista alertou que Lula poderia ter planos de pedir asilo na Itália, uma vez que sua esposa Marisa e seus filhos, possuem passaporte italiano. Na época, Lula era investigado pela Operação #Lava Jato, sendo réu apenas de uma ação por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, no Ministério Público de São Paulo.

Publicidade

Atualmente, Lula é alvo de três ações e duas investigações: uma sobre o recebimento total de R$23 milhões da Odebrecht e outra sobre uma mansão no Uruguai, apontada como sua propriedade e que está em nome de um empresário brasileiro que se beneficiou com o seu governo.