A cidade de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, elegeu Guti, do PSB, como seu novo prefeito. A cidade foi a que teve maior diferença de votos entre os candidatos: o eleito teve 83,5% da preferência do eleitorado local.

Desde o início de sua campanha, o político deixou claro que não queria apostar em fogos e barulho para chamar a atenção, e cumpriu a sua promessa até mesmo após sua vitória. O político preferiu não incomodar cães, idosos e crianças com o barulho, por isso comemorou com bandeiras, gritos e buzina em uma carreata. O político também condenou a distribuição excessiva de panfletos durante a campanha eleitoral, o que gera muita sujeira.

Publicidade
Publicidade

Guti não apostou nos ‘santinhos’, mas sim em bandeiras.

Guti é seguidor do pensamento da ex-senadora Marina Silva, sobre criar uma ‘nova política’, seu vice, aliás, é do partido de Marina, a REDE. O novo prefeito levanta a bandeira da proteção ambiental, mas nega que seu governo vai se limitar a essa pauta, afirmando que irá trabalhar para todos os setores da cidade. Ele já foi filiado ao Partido Verde, mas deixou a sigla sob a alegação que era perseguido pelo ex-prefeito da cidade, Jovino Candido.

Apesar de estar filiado ao PSB, Guti não visa iniciar um governo socialista. Levando em consideração a crise política, ele quer diminuir o número de secretarias no município, que hoje conta com 32 delas. Também quer cortar gastos para poder investir em outras áreas essenciais, como a saúde. Ele afirma que não pode prometer construir um hospital ou unidade básica de saúde, pois a cidade não tem dinheiro e por isso, almeja fazer o máximo de cortes possíveis, a fim de mudar essa realidade.

Publicidade

Nesse primeiro momento, o prefeito visará concluir as obras que já estão em andamento na cidade, mas destaca que em virtude da crise econômica, não haverá ‘vaidade’ nas construções.

O novo prefeito deixou claro que não tem compromisso com a esquerda, direita, organização política ou liberalismo. Para ele, seu governo será voltado para a população de Guarulhos, sem apego aos rótulos, mas sim em contato com as pessoas e a democracia. A vitória de Guti mostra mais uma comprovação do encolhimento do Partido dos Trabalhadores, pois será a primeira vez, desde 2000, que a cidade não será governada por um petista. Seu adversário, entretanto, também é conhecido por seu posicionamento anti-PT, se trata de Eli Corrêa Junior, filho do radialista Eli Corrêa.

Guti é vereador desde 2008 e seu partido esteve na coligação de João Doria, além de ter apoio direto do vice-governador de São Paulo. O político governará para pouco mais de 1,5 milhão de habitantes em uma cidade que detém o 4º maior PIB do estado e está acima da média nacional do IDH. #Animais #Eleições #Eleições 2016