Um empresário da Odebrecht confirmou, em delação à Operação Lava Jato, que a senadora do #PT Gleisi Hoffmann recebeu meio milhão de reais de caixa dois da empresa Odebrecht. Essa propina foi repassada para ela durante as eleições de 2014. Os investigadores da força-tarefa descobriram que o codinome usado por Hoffmann na planilha da empresa, é "Coxa". Com isso as investigações avançaram.

A senadora já é réu em processo do petrolão e agora está sendo alvo de mais um inquérito. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, decidiu instaurar um inquérito sigiloso para apurar se a senadora praticou os crimes de #Corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

Publicidade
Publicidade

O pedido de abertura de inquérito foi feito pela Procuradoria-geral da República ao relator da Lava Jato no Supremo, o ministro Teori.

Lista

Na lista da construtora existem informações de que o empresário Bruno Martins Gonçalves Ferreira entregou recursos ilícitos para Gleisi. Ele foi o responsável em colaborar com a senadora para que ela recebesse o dinheiro "sujo".

O empresário Ferreira comentou que levou uma pessoa chamada Leones Dall'agnol do aeroporto de Congonhas até a Odebrecht. Leones foi chefe de gabinete da senadora petista e coordenador da campanha de Gleisi ao governo do Paraná. Ainda segundo Ferreira, ele presenciou uma conversa entre Leones e Fernando Migliaccio da Silva sobre pagamentos para a campanha de 2014 de Gleisi Hoffmann.

PEC

A petista é contra a PEC 241 que limita os gastos públicos.

Publicidade

A PEC é defendida pelo presidente Michel Temer como solução para melhorar a economia no país e tirar o Brasil das contas no "vermelho". De acordo com as palavras de Gleisi, o governo esconde a queda nas receitas públicas de 2014 e 2015, devido a crise mundial e a desvalorização dos preços das commodities no mercado internacional.

A senadora sempre foi contra as medidas impostas por Michel Temer e tenta sempre se articular desfavorável a qualquer inciativa que o governo tenha, mesmo que seja uma boa alternativa para o povo. #Petrobras