Nesta segunda-feira (21), ocorreu a 14° edição do Troféu Raça Negra, na Sala São Paulo, zona central da capital paulista. Foram homenageados várias personalidades que são reconhecidas por atuarem com destaque na comunidade negra nacional ou internacional. A cerimônia foi organizada pela organização não governamental (ONG) Afrobras junto com a faculdade Zumbi Palmares. O Troféu tem como intuito prestigiar pessoas que combatem o preconceito e a discriminação.

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, foi uma das premiadas e discursou dizendo que cumprirá seu papel com o máximo de responsabilidade e que os erros que cometer serão devido os limites humanos e não a falta de compromisso.

Publicidade
Publicidade

"Fiz um compromisso com o Brasil e honrarei até o fim", disse a ministra.

Outras personalidades prestigiadas no evento são a cantora Elza Soares, o cantor Arlindo Cruz, David Uip, Secretário da Saúde do Estado de São Paulo, a judoca Rafaela Silva, Sheila Cristina Nogueira da Silva, mãe de Carlos Eduardo, jovem morto, no rio de Janeiro, por uma bala perdida, entre outros convidados.

Protestos

No meio da cerimônia, um silêncio tomou conta da platéia e gerou tensão. A platéia era formada por pessoas negras e quando Sheila, mãe de Carlos Eduardo, foi chamada para ser homenageada, alguém gritou: "PM assassina" e depois ouvi-se "Alckmin assassino". O governador de São Paulo estava presente à cerimônia.

Carlos foi morto em junho durante um confronto entre polícia e traficantes. Ao encontrar o corpo de seu filho cheio de sangue, a mãe se desesperou e mergulhou suas mãos no sangue de seu filho e passou em seu rosto.

Publicidade

Essa imagem ficou marcada para muitas pessoas. Na premiação, a mão do jovem quase não conseguiu falar.

Agradecimentos

O governador #Geraldo Alckmin agradeceu ao reitor da faculdade Zumbi Palmares pelo convite e disse que esse prêmio é uma homenagem a todas as pessoas que lutam pela inclusão e inserção social de afrodescendentes.

O governador também deu destaque para a ONG Afrobras pelo grande trabalho que tem feito em prol da população negra. #CármenLúcia #Racismo