A sessão na Justiça Federal em Curitiba, que foi realizada por videoconferência, envolvendo Sérgio Moro, o advogado de #Lula da Silva, Zanin Martin, e o ex-zelador do condomínio, que tem o famoso triplex, acabou com um insulto e provocações. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, Sérgio Moro, como é possível ouvir no áudio disponível nas redes sociais, acabou provocando o advogado do ex-presidente, questionando a defesa se, como aconteceu em um passado recente, iria fazer uma queixa-crime contra a testemunha do caso triplex, que nesse caso foi o ex-zelador do condomínio. Antes disso, e durante o depoimento, José Afonso Pinheiro disse que Lula e o seu advogado eram “bando de lixo”, insulto esse que não foi repreendido por Moro, como é sua obrigação.

Publicidade
Publicidade

Um dia depois de ter aceitado a denúncia do #Lava Jato contra Lula da Silva, fazendo com que o ex-presidente se tornasse réu de um dos processos mais mediáticos da história da justiça brasileira, Moro protagonizou um momento que promete dar muito que falar nos próximos dias, sobretudo por causa da última provocação do juiz, que está revoltando muitos brasileiros, que consideram a frase uma vergonha para alguém que tem que ser imparcial e correto durante todo esse processo.

Foi no final da sessão que Moro, depois de ter conhecimento que a defesa de Lula iria processar o procurador Deltan Dallagnol, em um milhão de reais, decidiu provocar o advogado do ex-presidente que esteve acompanhamento o depoimento importante do ex-zelador do condomínio, onde está incluído o triplex que pode ter pertencido a Lula da Silva.

Publicidade

“Vamos ver se não vai sofrer queixa-crime ou ação de indenização a testemunha”, disse de forma clara e como é percetível no áudio agora disponível nas redes sociais, como garante o site “Notícias ao Minuto”.

Tentando ao máximo não se descontrolar, e depois de ter sido insultado pela testemunha sem que o juiz a repreendesse, o advogado apenas garantiu que se as pessoas cometem atos ilícitos, elas tem responder por seus ator, afirmando que é precisamente isso que diz a lei. A pequena discussão terminou como Moro dizendo ironicamente que o “doutor” tinha uma “linha de advocacia muito boa”. #Sergio Moro