Hackers russos entraram na rede elétrica americana por meio do sistema de fornecimento do estado de Vermont, o ataque não prejudicou o fornecimento de energia, mas expôs uma alta vulnerabilidade.

As autoridades americanas afirmam não saberem quais eram as intenções dos hackers russos, o The Washington Post afirma que os hackers tentaram danificar as atividades da rede elétrica.

Vermont tem duas grandes empresas de energia elétrica, são elas Green Mountain Power e Burlington Eletric.

Os hackers teriam supostamente enviado e-mails para os destinatários, fazendo os mesmos revelarem suas senhas.

O governador do estado Peter Shumlin apelou aos responsáveis oficiais federais dos EUA "para realizar uma investigação completa e exaustiva do incidente e aplicar medidas para assegurar que isso não volte a acontecer".

Publicidade
Publicidade

Poucos dias atrás Barack Obama acusou a Rússia de hackear as eleições americanas e expulsou 35 diplomatas russos do país, de fato o clima está bem tenso entre os dois países, faltando apenas 21 dias para o fim do mandato de Barack #Obama e para o presidente eleito republicano Donald J. Trump assumir a casa branca. Obama também afirma que diplomatas americanos na Rússia estariam sofrendo assédio.

A Rússia ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso da empresa de rede elétrica, mas se defendeu alegando serem "infundadas" as acusações dos EUA sobre possíveis interferências russas nos processo eleitoral americano. Abaixo a fala do porta voz do Kremlin Dmitri Peskov.

"Rejeitamos categoricamente as afirmações e as acusações infundadas sobre a Rússia"

Preskov disse que as sanções americanas "destróem as relações diplomáticas com a Rússia" e são um sinal da "política externa agressiva de Washington".

Em 2015 80.000 habitantes da Ucrânia ficaram horas sem luz após um ataque de hackers.

Publicidade

As autoridades ucranianas acusaram a Rússia de ser responsável pelo ataque, mas Moscou negou e se isentou de qualquer responsabilidade sobre o ataque.

Abaixo o twitter #Russia In USA oficial se pronunciou. O clima está tenso.

#Putin