Nessa sexta-feira (16), foi divulgado um vídeo na página oficial do programa “UpFront”, pertencente a um canal de televisão do Catar, a Al Jazeera. Nele, o jornalista Mehdi Hasan pôs a ex-presidente #Dilma Rousseff ‘contra a parede’ ao falar do processo de impeachment realizado à ex-presidente e sobre o envolvimento da petista em crime de responsabilidade fiscal – já julgado e incriminado pela Câmara de Deputados e o Senado brasileiro. Hasan, ao lembrar desse fato, disse também que Dilma supostamente teria sido incompetente por não ter tomado decisão enérgica para resolver os problemas do seu governo e, também, de ‘cúmplice’ por supostamente ser conivente com atos falhos de algumas pessoas ao seu redor.

Publicidade
Publicidade

“Neste escândalo da Petrobras, que você não nega que tenha havido, alguns podem dizer que devido à sua posição durante tanto tempo e, depois como presidente, alguns podem dizer que: ou você sabia de tudo, neste caso você seria cúmplice ou que você não sabia de nada, neste caso você seria incompetente.”, afirmou o jornalista do Catar.

“Meu querido, esse é o tipo de escolha de ‘Sofia’ que eu não entro nela. Porque não é isso o que acontece. Porque há uma diferença, e há no mundo inteiro, entre um conselho e uma diretoria, nem todos os membros da diretoria sabiam que aqueles diretores da Petrobras estavam se enriquecendo de forma indevida.”, respondeu Dilma, com o semblante irritado por causa da pergunta incisiva de Hasan. A petista se referiu à sua passagem pelo posto de presidente do Conselho de Administração da Petrobrás entre os anos de 2003 e 2010.

Publicidade

Naquela ocasião, a ex-presidente da República era a ministra de Minas e Energia do governo de seu conselheiro político e ‘padrasto da política’ – Lula. Já em setembro desse ano de 2016 o Tribunal de Contas da União (TCU) pediu o bloqueio das contas de Dilma Rousseff e dos ex-integrantes do conselho.

Na entrevista, quando perguntada sobre a suposta participação de alguns ‘amigos do PT’ em escândalos, Dilma disse que não irá julgar ninguém enquanto a Justiça não fizer o julgamento. Aproveitando a oportunidade, Hasan questionou sobre os petistas já julgados e a ex-presidente preferiu não comentar.