O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece realmente sonhar com as Eleições de 2018. Envolto em polêmicas judiciais, especialmente as relativas à Operação Lava-Jato, o representante do Partido dos Trabalhadores (PT) deu uma polêmica entrevista para uma TV da Turquia. De acordo com informações do site da Revista Veja, o companheiro político de Dilma Rousseff confessou: "Se eu voltar, vou fazer o mesmo". #Lula falava sobre a possibilidade de ser presidente pela terceira vez. Ele aparece na dianteira das pesquisas que envolvem o primeiro turno do pleito.

Réu em cinco ações penais diferentes, o marido de Marisa Letícia voltou a atacar quem o denuncia por corrupção e disse que age com tranquilidade diante de tais acusações.

Publicidade
Publicidade

O argumento do político é que toda a ação contra ela tem um único objetivo, impedir que ele volta a chefiar o governo federal brasileiro. Sem nenhum cargo político, o ex-presidente hoje tem parte de seus processos em segunda instância e analisados pelo juiz federal Sérgio Moro. Lula já chegou, através de seus advogados, a enviar um pedido à Organização das Nações Unidas (ONU), no qual solicita ajuda e questiona o trabalho do magistrado que tem amplo apoio da população brasileira.

O ex-presidente disse à TV turca que fica indignado ao ser tão acusado, mesmo com o povo sabendo que ele fez coisas boas ao país. Segundo Lula, caso ele tenha a chance de voltar ao poder, não somente fará o mesmo, como ainda mais e melhor do que já havia feito. O petista ainda defende que Michel Temer não só deixe o governo (que ele chama de ilegítimo), mas também chame novas eleições o mais rápido possível.

Publicidade

Isso pode ajudar o petista a ganhar votos, já que pelo menos por enquanto, ele aparece bem nas pesquisas. Apenas as análises de segundo turno é que trazem Marina Silva ultrapassando o petista, mas é bom lembrar que faltam quase dois anos para novas eleições presidenciais.

Na sua opinião, Lula tem mesmo chances de voltar ao poder, mesmo diante de tantos escândalos? Comente! Sua opinião é muito importante para todos nós. #Impeachment