O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi indiciado, na última sexta-feira (16), sob a acusação de lavagem de dinheiro e tráfico de influência, por supostamente ter aceitado subornos da empresa aeroespacial sueca Saab AB.

Um juiz de Brasília determinou que não há provas suficientes para colocar #Lula e seu filho Luís Claudio Lula da Silva em julgamento, por supostamente aceitarem pagamentos ilegais de mais de 2,5 milhões de reais.

O juiz Vallisney de Souza Oliveira proferiu as acusações depois que os promotores arquivaram as acusações contra Lula e seu filho em 09 de dezembro.

Existem acusações de que um intermediário da Saab teria pago para uma empresa de propriedade do filho de Lula, em troca de esforços do ex-presidente para convencer o governo a comprar caças Gripen da empresa sueca para a Força Aérea Brasileira.

Publicidade
Publicidade

Os advogados de Lula disseram que seus clientes são inocentes. Eles disseram que o ex-presidente nunca participou da aquisição dos aviões e seu filho teria sido pago por trabalhos de marketing relacionado a eventos desportivos. Nenhum dos funcionários da Saab foi acusado.

Oliveira também proferiu acusações contra o ex-presidente e seu filho por supostamente aceitarem pagamentos de um representante da indústria automobilística do Brasil, para ajudar a empurrar os incentivos fiscais para os fabricantes de automóveis no Congresso.

Foram feitos os pagamentos a Saab e para os fabricantes de automóveis entre os anos de 2011 e 2015, de acordo com as acusações. Lula foi presidente do Brasil entre 2003 e 2010, mas manteve-se influente no governo, que foi liderado por sua protegida Dilma Rousseff até este ano, quando foi cassada, por violar as leis sobre o orçamento fiscal.

Publicidade

As últimas acusações contra Lula cresceram a partir de uma investigação anticorrupção conhecida como Operação Zelotes, que começou a examinar disputas da agência tributária do país.

Lula da Silva já está envolvido em três outras acusações por crimes separados, associados com a investigação da Operação Lava Jato, uma investigação centrada nos desvios da companhia petrolífera estatal Petrobras. Essa investigação tem envolvido dezenas de políticos e empresários. #Corrupção #Política