No fim da tarde da última segunda-feira, 12, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa, Marisa Letícia, foram indiciados pela Polícia Federal. #Lula foi acusado de corrupção passiva e Marisa de lavagem de dinheiro.

Além do casal, a PF também indiciou o ex-ministro de Dilma e Lula, Antônio Palocci, que está preso atualmente, o advogado de Lula, Roberto Teixeira, o dono da construtora DAG, Demerval de Souza, o primo de Bumlai, Glaucos da Costamarques e o assessor de Palocci, Branislav Kontic.

Do que se trata o caso

A investigação abrange dois fatos: a compra de um terreno para construir a sede do Instituto Lula, e a locação de um apartamento que fica em frente ao local onde Lula reside com a família.

Publicidade
Publicidade

Para os investigadores, ambos os lugares são frutos de propinas recebidas por executivos da Odebrecht. A princípio, se tratavam de duas investigações, mas por se tratarem de assuntos correlatos, o delegado decidiu fundi-los em um único inquérito e eventual ação, que agora aguarda aceitação do MPF.

A defesa dos acusados

A defesa de Lula e Marisa informou que o ex-presidente não é dono do terreno ou apartamento do qual ´acusado de ser dono, bem como as acusações envolvendo o Instituto Lula não passam de um “delírio acusatório”.

Os advogados de Palocci e seu assessor disseram que eles não têm qualquer ligação com o Instituto Lula e reclamaram da atuação da #Polícia Federal, que estaria extrapolando sua função para fazer ‘manobras acusatórias’.

Já a defesa do advogado Roberto Teixeira disse que um dia antes de ser indiciado, enviou para o delegado responsável pelo caso, Márcio Adriano Anselmo, as provas de não tem envolvimento com o crime que lhe é imputado e um dia depois foi indiciado.

Publicidade

Para ele, o indiciamento já era premeditado. Teixeira acredita que o delegado federal está agindo em retaliação a sua atuação como defensor de Lula em outros processos, onde atua com outros advogados contratados por Lula para denfedê-lo em todas as ações das quais figura como réu. #É Manchete!