Vanda Pignato, a ex-primeira-dama de El Salvador, é militante do Partido dos Trabalhadores desde a década de 80 e de acordo com a Odebrecht, foi ela quem intermediou os R$ 5,3 milhões referentes ao caixa dois pago pela empreiteira para bancar a campanha de Mauricio Funes, que na época era o marido de Vanda e se candidatou à presidência daquele país.

Essa revelação bombástica só foi possível depois que a empresa fez um acordo de delação premiada, na qual 77 executivos se comprometeram a ajudar a Justiça a desvendar alguns mistérios que ainda encobrem a #Corrupção no país. Os empresários da #Odebrecht informaram que no ano de 2008, a empresa pagou a João Santana, responsável pela área de comunicação da campanha que fez com que Mauricio Funes fosse eleito.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com o depoimento da empresa, o dinheiro foi descontado do caixa do #PT, que fazia pagamentos ilícitos. Os delatores informaram ainda que foi o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que autorizou o abatimento e que o petista estava ligado a Mauricio Funes. É uma acusação e tanto, mas a empresa garante que tem todas as provas que comprovam os depoimentos.

Uma pessoa que era sócia do marqueteiro João Santana informou que o trabalho foi feito para atender a um pedido do PT. A Odebrecht confirmou que Vanda foi quem negociou os R$ 5,3 milhões com os "grandões" do Partido dos Trabalhadores, uma vez que ela era bem próxima a eles, pois é brasileira. Hoje ela atua como secretária de inclusão social no atual governo daquele país.

Vanda se separou de Mauricio Funes em 2015. Ela se tornou uma militante do PT nos anos 80 e conseguiu, inclusive, ocupar o cargo de representante do partido na América Central, sendo que nessa ocasião já estava morando em El Salvador.

Publicidade

A Polícia Federal agora consegue esclarecer um item referente a uma das planilhas que foi encontrada com Fernando Migliaccio, ex-funcionário da Odebrecht, onde era discriminado repasses a Santana, usando o codinome "Feira", estando da seguinte forma: "Evento El Salvador via Feira 5.300".