A popularidade de #Michel Temer continua despencando, é o que mostra uma #pesquisa realizada pelo instituto Datafolha. A falta de confiança do brasileiro em seu presidente vem caindo desde o mês de julho e, coincidentemente ou não, cresce também a desconfiança em relação à economia do país.

A pesquisa aponta que 51% dos brasileiros acham que a gestão de Temer é ruim ou péssima, sendo que em julho esse índice era de 31%. O número de brasileiros que consideram o governo do peemedebista "regular" caiu para 34%, sendo que antes era 42%.

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os últimos dias 7 e 8, ou seja, foi feita antes da delação de a Odebrecht vir à tona, sendo que a reprovação a Temer deve crescer ainda mais nesse mês de dezembro.

Publicidade
Publicidade

Nesse período, do segundo semestre de 2016, os brasileiros acreditam no aumento da inflação, sendo que 66% dos entrevistados creem no aumento dos preços para os próximos meses. Apenas 19% acreditam que a situação não vai melhorar e nem piorar e 11% ainda acham que a inflação sofrerá uma ligeira queda nos primeiros meses de 2017.

Em relação ao desemprego, 67% dos brasileiros já estão prontos para recebê-lo, pois a maioria acredita que a indústria e o comércio, de um modo geral, continuarão sofrendo com a forte crise e a geração de vagas de trabalho será algo muito difícil. Entretanto, 16% dos entrevistados acham que o desemprego tende a diminuir, enquanto 14% acreditam que a situação ficará como está. O certo é que ninguém acredita que o próximo ano será favorável a quem está buscando uma oportunidade no mercado de trabalho.

Publicidade

A maioria dos entrevistados também acredita que a situação do Brasil vem só piorando nos últimos meses. Sessenta e cinco por cento dos entrevistados acham que a crise vem só piorando, enquanto 9% viram alguma melhora no cenário econômico nacional.

A má avaliação do presidente Michel Temer acontece justamente em um momento de grande instabilidade para o governo, que tem enfrentando uma série de crises. O peemedebista tinha prometido que teria grandes "notáveis" nos ministérios, entretanto, não é isso que tem acontecido. As reformas demoram a sair do papel e o pouco otimismo que se tinha, quando houve o impeachment de Dilma Rousseff, quase já não existe.

Na sua opinião, o Brasil melhorou ou piorou após Michel Temer assumir a presidência? Deixe abaixo seu comentário. #Crise-de-governo