Com a decisão do ministro do Suprem Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, de destituir do cargo de presidente do Senado o senador #Renan Calheiros (PMDB-AL) nesta segunda-feira (5), o vice-presidente da Casa Legislativa, Jorge Viana (PT-AC), é quem irá assumir o cargo a partir de agora.

A ascensão do petista ao cargo pode ser a reviravolta que o Partido dos Trabalhadores estava precisando para retomar sua posição de destaque no cenário político nacional.

Viana falou à imprensa na noite da última segunda após o desenrolar do caso. Segundo ele, o Brasil vive uma "crise institucional gravíssima" após a decisão do ministro do STF em retirar do cargo um presidente do Senado.

Publicidade
Publicidade

O comandante da Casa Legislativa ainda foi questionado diversas vezes pelos jornalistas, mas preferiu não dar maiores explicações.

Logo após saber da decisão do ministro, a bancada do PT, incluindo Viana, se reuniu para tomar as primeiras decisões. Logo em seguida, o senador do Acre se dirigiu à casa de Calheiros para conversar com o presidente afastado. #Senado Federal #Dentro da política