O ano de 2016 ficou marcado pela crise #Política e econômica. Na esfera federal, houve o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). Em alguns estados, como o Rio de Janeiro, a crise foi tão grande que servidores públicos tiveram os seus salários parcelados. No entanto, esses problemas que envolvem a esfera política e econômica também envolvem municípios. Nessa semana, por exemplo, os vereadores da cidade de Campina Grande, na Paraíba, aprovaram um reajuste de 26% para os próprios salários. Os valores já passam a ser atualizados a partir do mês de janeiro do ano que vem.

O povo do município, muito irritado, decidiu protestar, utilizando esterco, que é um adubo feito com as fezes de animais, como cavalos.

Publicidade
Publicidade

Eles espalharam 100 Kg da substância na entrada da Câmara dos vereadores, que tiveram que passar pelo local sujo e com mau odor. Além disso, o grupo decidiu entrar no prédio. De acordo com informações do portal de notícia G1, houve uma discussão com o presidente da casa, vereador Pimentel Filho, do PSD. O presidente da Câmara disse que vai recorrer na Justiça contra os eleitores revoltados. Ele disse que fará uma queixa crime, alegando que a depredação do patrimônio público é crime.

Em entrevista ao G1, um dos manifestantes, identificado com Luis Felipe Nunes, reclamou da atitude dos políticos. Ele lembrou que o salário de um vereador chega a ser até mais de dez vezes o que ganha um trabalhador comum e que eles precisam respeitar quem votou neles. Além do reajuste de 26% nos salários, os vereadores aprovaram o 13º salário.

Publicidade

São beneficiados também secretários, prefeito e vice-prefeito, lembrando que em janeiro de 2017 começa uma nova gestão, assumindo os candidatos vencedores das eleições de outubro.

Sem o aumento, os salários dos vereadores é de R$ 20 mil. Com a alteração, eles passarão a receber R$ 22.700. Na sua opinião, deveria existir uma consulta pública todas as vezes que políticos decidirem aumentar os próprios salários? Deixe sua opinião.