O presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá, soltou uma nota na página oficial do #PMDB Nacional, e compartilhada seu perfil oficial do Facebook, condenando a divulgação da delação de um ex-executivo da Odebrecht, a qual chamou de "delação não homologada" e a divulgação por parte da imprensa de "vazamentos criminosos". O post foi feito na rede social na noite desta segunda-feira (12).

O partido, por meio da nota assinada pelo seu presidente nacional, se utilizou de cinco pontos para fazer a defesa do partido e condenar o trabalho realizado pela imprensa. Segundo a nota do partido, o que foi divulgado pela imprensa "não refletem a verdade dos fatos".

Publicidade
Publicidade

Além de condenar a imprensa, o partido afirma que nunca fez caixa 2 ou usou doações não declaras. A nota ainda pediu a união de todos que integram o quadro do partido. A defesa de Temer não foi esquecida, afirmando que o cacique exerce "na plenitude o compromisso de recuperar o Brasil".

Leia nota completa do senador Romero Jucá clicando no post do Facebook!

#Dentro da política