O IML colombiano já identificou os 71 corpos das vítimas do trágico acidente de terça-feira, 29. O velório será coletivo e acontecerá na Arena Condá, estádio da #Chapecoense. A cerimônia deve começar na manhã de sábado, 3.

Logo no início da cerimônia, os familiares das vítimas terão 45 minutos sozinhos com seus parentes, depois torcedores poderão ir para as arquibancadas e o local será aberto para visitantes, como jogadores de outros clubes, técnicos, autoridades políticas e amigos.

O presidente da República, Michel Temer, também comparecerá ao velório, sem horário definido. Por uma questão de segurança, o acesso de torcedores não será permitido no gramado, onde todos os corpos estarão, bem como as autoridades políticas.

Publicidade
Publicidade

Após a cerimônia, os corpos serão enviados para as respectivas cidades de cada uma das vítimas, se assim seus familiares desejarem. A Arena Condá só voltará a sediar jogos em 2017, nos campeonatos regionais de Santa Catarina.

Logo que soube do acidente, na terça-feira, 29, Temer publicou mensagens sobre o acidente, nas redes sociais, bem como mostrou um vídeo da bandeira nacional hasteada em meio-mastro, em Brasília, simbolizando o #Luto do país pela tragédia.

Homenagem em Medellín

O ministro das relações exteriores do Brasil, José Serra, esteve presente na cerimônia de homenagem aos brasileiros que perderam suas vidas no acidente.

Publicidade

Muito emocionado, Serra discursou em espanhol e chorou, agradecendo pelo carinho expressivo dos colombianos e do mundo, dizendo que se pudesse, daria um abraço apertado em cada uma daquelas pessoas que tem enviado mensagens de solidariedade da Colômbia e de outros países.

O ministro também agradeceu aos torcedores do clube colombiano ao próprio Atlético Nacional por ceder o título de campeão da Copa Sul-Americana, ao time de Santa Catarina. Seu discurso foi visto por milhões de pessoas, uma vez que várias emissoras transmitiram o evento de Medellín, bem como o vídeo de sua fala está disponível em variados sites e plataformas online.

O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon (PSB-SC) também estava presente no evento com outras autoridades brasileiras, bem como funcionários do Itamaraty e do ministro da cultura, Roberto Freire. #Michel Temer