O Congresso Nacional protagonizou momentos de tensão entre parlamentares. O relator do conjunto de medidas de combate à #Corrupção na Câmara, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou que vai processar o senador de Renan Calheiros (PMDB-AL). O deputado gaúcho ficou indignado com declarações do senador alagoano que ironizou Onyx. Renan Calheiros acusou sem provas, o relator das medidas contra a corrupção, por ter sido beneficiado por caixa 2 em sua campanha, com recursos que fossem provenientes da indústria de armas no Brasil. As dez medidas de combate à corrupção, propostas por membros da força-tarefa da Operação Lava-Jato, tiveram várias alterações, conforme estavam originalmente e foram apresentadas pelo relator, entretanto, os deputados federais, em sua maioria, alteram pontos do projeto inicial.

Publicidade
Publicidade

Pode-se mencionar a medida que implementa o chamado "teste de integridade", que foi retirado das dez medidas de combate à corrupção. A propositura dessa medida havia sido delineada por membros do Ministério Público Federal e consistia este teste, como uma espécie de simulação de situações sem o conhecimento da pessoa, de modo que possa se averiguar sua predisposição para o cometimento de atos ilícitos direcionados à administração pública.

Alta tensão no Legislativo

Renan Calheiros afirmou nesta quinta-feira (01), que o relator das medidas de combate à corrupção, Onyx Lorenzoni teria recebido dinheiro da indústria de armas, porém o senador não apresentou qualquer tipo de prova. Onyx rebateu prontamente Renan e afirmou que irá processá-lo. Onyx foi enfático em afirmar que Renan Calheiros vai ter que provar o que disse.

Publicidade

Segundo o deputado gaúcho, "com bandido, a gente lida ou na polícia ou na Justiça. Ele terá que provar", afirmou Onyx de modo contundente. Lorenzoni afirmou ainda que sua biografia e a de Renan Calheiros são autoexplicativas. O parlamentar gaúcho disse ainda que nas últimas quatro eleições disputadas por ele, tanto os sigilo eleitoral, quanto o fiscal. Onyx ressaltou que enquanto Calheiros está desesperado, o mesmo não se pode dizer dele, que está totalmente tranquilo. #Lava Jato #Congresso Nacional