O procurador-geral da República Rodrigo Janot, se expressou duramente através de críticas à ação movida por integrantes da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra o procurador da Operação Lava-Jato, Deltan Dallagnol. De acordo com Rodrigo Janot, o processo do ex-mandatário do país, movido de forma isolada contra um procurador, no caso em se tratando de Deltan Dallagnol, da Lava-Jato, acaba sendo um sinal de alerta para um enorme risco de "se inviabilizar a responsabilidade de criminosos do círculo do poder, no conjunto de suas atividades criminosas", ressaltou o chefe do Ministério Público Federal, através de uma nota emitida e divulgada pela sua Assessoria de Comunicação Estratégica.

Publicidade
Publicidade

A resposta de Janot vem logo após a decisão de advogados de defesa do ex-presidente #Lula, de entrar com uma ação reparatória de indenização por danos morais contra o procurador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol. A defesa de Lula solicita o valor de R$ 1 milhão e sustenta que na explanação de crimes atribuídos ao ex-presidente numa apresentação de powerpoint, foi demonstrado que não haviam provas que configurassem que Lula seria o "comandante máximo" do esquema de distribuição de propinas da Petrobras, conforme fora delineado pela força-tarefa da Lava-Jato. A entrevista coletiva de Dallagnol havia sido dada em 14 de setembro, ao explicar denúncia apresentada contra Lula, em relação à propriedade do tríplex do Guarujá, por cometimento de crimes de #Corrupção e lavagem de dinheiro.

Resposta enfática

A resposta do procurador Rodrigo Janot, foi contundente, ao relatar que a ação movida pela defesa de Lula, representa "um ataque a um membro do Ministério Público no exercício de sua função, como sendo um ataque a todo o Ministério Público, como um todo", afirmou em nota o procurador.

Publicidade

Ele acrescentou ainda que possui plena confiança de que o Judiciário, "não dará guarida à atitudes que são infundadas contra integrantes do Ministério Público, devido à realização do seu trabalho", concluiu. O chefe do Ministério Público destacou que a Operação Lava-Jato desempenha um trabalho de muita coragem diante de pessoas que possuem grande poder político e econômico, principalmente, ao expôr o maior esquema de corrupção já montado no Brasil, com o intuito de se desviar dinheiro público, jamais visto na história do país. #Lava Jato