Na noite desta terça-feira (06), no Citibank Hall, Zona Sul de São Paulo, a "Revista IstoÉ" promoveu uma premiação. O ganhador do prêmio "O Brasileiro do Ano na Justiça" foi o juiz federal Sérgio Moro. Na platéia haviam inúmeros políticos. Estavam presentes na cerimônia o presidente do Brasil, Michel Temer, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o senador Aécio Neves, o prefeito eleito de São Paulo, João Dória, além de vários ministros, como Henrique Meirelles, ministro da Fazenda e José Serra, ministro das Relações Exteriores.

Antes de começar a cerimônia, Moro era cumprimentado por vários pessoas que se emocionavam ao estar do lado dele.

Publicidade
Publicidade

Foram tiradas várias selfies com o juiz. Ao ser chamado para sentar em sua cadeira, Moro foi muito aplaudido. Os aplausos se repetiram quando o juiz foi citado em um discurso do jornalista Ricardo Boechat.

A cantora Ludmilla e a atriz Grazi Massafera também receberam premiações.

Elogios ao STF

Moro estava sentado ao lado do senador Aécio Neves e os dois estavam bem descontraídos durante a cerimônia. Aécio não é investigado pela Operação Lava Jato. Ele é investigado pela CPI dos Correios por receber propina da estatal de Furnas, porém, ele nega qualquer irregularidade.

Diante de todos os políticos, Moro elogiou o trabalho do Supremo Tribunal Federal (STF) e disse que o povo pode confiar na Justiça brasileira.

Moro dedicou o prêmio recebido a todos os magistrados "de todas as instâncias", dando grande ênfase para a Corte Suprema.

Publicidade

O juiz não concorda com a lei de "abuso de autoridade", de autoria de Renan Calheiros, que prevê a punição para juízes e membros do Ministério Público.

Presidente Temer

Sérgio Moro cumprimentou o presidente Michel Temer e ressaltou que o ano foi muito cansativo. O governador Geraldo Alckmin também destacou o trabalho de Temer e disse que o Brasil pode contar com São Paulo. Alckmin afirmou que Temer não está sozinho.

Em seu discurso, o presidente do Brasil não citou o juiz Sérgio Moro e fez um discurso bem rápido. #SérgioMoro #STF #celebridades