Os ex-presidentes petistas, Luiz Inácio Lula da Silva e #Dilma Rousseff decidiram viajar juntos para Cuba, onde farão a última despedida ao líder cubano, #Fidel Castro, que morreu no último dia 25 de novembro, aos 90 anos. #Lula e Dilma chegaram no sábado (03) à cidade de Santiago de Cuba, onde prestarão a última homenagem ao ícone da revolução cubana, realizada em 1958.

Para viajar, Lula teve que avisar ao juiz federal comandante da Operação Lava Jato, Sérgio Moro. Inicialmente, Lula não está proibido de fazer viagens internacionais, mas a legislação determina que ele faça uma notificação à Justiça caso viaje por um prazo maior de uma semana.

Publicidade
Publicidade

A defesa de Lula enviou a notificação a Sérgio Moro na última quinta-feira (01), avisando que estaria em Cuba nos dias 04 e 05 de dezembro.

Lembrando que além de ser réu em Curitiba, em um processo no qual é acusado de se beneficiar com R$ 3,7 milhões em propinas pagas pela empreiteira OAS, Lula também responde a outros três processos: duas ações penais na Justiça Federal do Distrito Federal e outra ação (inquérito) no Supremo Tribunal Federal (STF).

Último mito vivo

Ao chegar em Cuba, Lula concedeu entrevistas aos jornalistas. Em suas declarações, ele afirmou que Fidel Castro era o último “mito vivo” e que mantinha uma grande amizade com o líder cubano.

“Convivi com Fidel por 30 anos. Antes, durante e depois da presidência. Poucas vezes tive o prazer de conhecer uma pessoa com o comportamento e dignidade de Fidel”.

Publicidade

Lula também comentou a postura da imprensa brasileira ao noticiar a morte de Fidel. O ex-presidente disse que ficou “muito nervoso” com a forma que foi repercutida a morte.

“A imprensa não tratou o Fidel com o respeito que ele merece. Direito de discordar todos têm, mas não podem perder o respeito”.

Recepção em Cuba

Lula e Dilma foram muito bem recepcionados em Cuba. O primeiro a recepcioná-los foi o atual presidente da Bolívia, Evo Morales. O irmão de Fidel Castro e atual comandante de Cuba, Raúl Castro, também estava no aeroporto para receber os brasileiros.

Confira logo abaixo um vídeo sobre a recepção de Lula e Dilma em Cuba.