Um dos donos da Lamia e piloto do avião da tragédia da #Chapecoense, Miguel #quiroga, vem sendo investigado por ter sido negligente e ter causado o acidente.

De acordo com as investigações, ele teria viajado com combustível no limite para o trajeto e ele tinha consciência da capacidade do tanque. Além do mais, Quiroga teria ignorado a para para reabastecimento em Cobijo, para esta que estava prevista no plano de voo. Outra acusação é de que o piloto teria atrasado para avisar a torre de controle, em Medellín, sobre o que estava acontecendo.

Quiroga é um dos 71 mortos da tragédia.

A defesa de Quiroga

Daniela Pinto, a #viúva de Quiroga, deu uma entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, defendendo o marido.

Publicidade
Publicidade

Daniela explicou que entende a dor do luto de todos os familiares e amigos, mas que sabe que Quiroga era responsável e jamais colocaria a sua própria vida e a vida de outras pessoas em risca. "Ele amava o que fazia, ele não era um assassino", fala Daniela.

O Fantástico foi ainda até Cobija, na Bolívia, a cidade natal de Quiroga e onde este foi velado. O velório reuniu dezenas de conhecidos de Quiroga e todos defenderam o piloto, atestando que ele não seria capaz de agir de má fé.

Daniela concluiu dizendo que o marido levava a profissão a sério e era muito bem preparado.

O acidente

O voo CP2933 da companhia boliviana LaMia transportava a delegação da Chapecoense e decolou no dia 28 de novembro, saindo e Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e indo rumo a Rionegro, na Colômbia.

Quando estava a cerca de 30 quilômetros do aeroporto internacional José María Córdova, a aeronave declarou emergência elétrica.

Publicidade

Logo depois, aconteceu a queda na Serra El Gordo, batendo uma asa a uma velocidade de aproximadamente 250 km/h. Os destroços da aeronave foram encontrados a 17 quilômetros do aeroporto.

Ao todo, 77 pessoas embarcaram nesse voo, sendo que apenas 6 sobreviveram e 71 pessoas morreram na tragédia, dentre eles o time, os técnicos, a equipe de saúde e jornalistas que acompanhavam o time.