Está tramitando na Câmara dos Deputados um projeto que prevê o fim dos supersalários para os servidores públicos. Os adicionais nos salários de servidores ativos e inativos da Câmara chega a quase R$ 30 milhões por mês.

Segundo o portal da transparência, utilizando valores referentes a novembro de 2016, os "penduricalhos", como são conhecidos os adicionais nos salários são os seguintes:

Abono de permanência: R$ 1.351.171,02

Vantagens indenizatórias: R$ 3.985.016,25

Outras remunerações eventuais/provisórias: R$ 7.227.808,15

Auxílios: R$ 17.066.166,08

Totalizando a quantia de R$ 29.630.161,53

Com os benefícios oferecidos a alguns servidores em forma de abono, auxílio ou vantagens chega a ultrapassar o teto de salário de um servidor pública, que é de R$ 33,7 mil, ou seja, o quanto ganha um ministro do Supremo Tribunal Federal.

Publicidade
Publicidade

Exemplo

No mês de novembro, a Câmara pagou impressionantes R$ 202 mil a um servidores aposentado em forma de "outras remunerações eventuais/provisórias". Em nota, a Câmara informou que o valor se refere a atrasados de janeiro de 2013 a agosto de 2016. #Câmara dos Deputados #Dentro da política