Após os massacres em alguns presídios espalhados pelo Brasil desde o início do ano, Michel Temer recebeu alguns deputados que compõem a Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados para uma conversa. A principal proposta apresentada pelos parlamentares ao peemedebista foi a da criação de um novo ministério, o Ministério da Segurança Pública. Vale ressaltar que todos que estiveram presentes fazem parte do que é conhecido como "Bancada da Bala".

Alberto Fraga (DEM-DF) é um dos principais representantes da Bancada da Bala. Para defender a proposta, ele afirmou que a Secretaria Nacional de Segurança Pública, que é vinculada ao Ministério da Justiça, é um órgão meramente "decorativo".

Publicidade
Publicidade

Temer não teria se posicionado nem a favor nem contra a proposta, segundo Fraga após sair da reunião. Porém, segundo o jornalista Josias de Souza, do UOL, um assessor de Temer afirmou que o peemedebista irá colocar a proposta no "freezer". O motivo de Temer não ter negado a proposta de cara é a eleição para presidente da Câmara e ele quer os votos dos representantes da bancada da bala para Rodrigo Maia. #Dentro da política