O Planalto não declarou apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na disputa eleitoral para presidente da Câmara dos Deputados, porém, sinalizou de forma velada que o atual presidente é o nome preferido da gestão Temer. Com isso, e tendo dois candidatos do Centrão, base aliada de Temer, também na disputa, o apoio do peemedebista na Câmara pode sofrer um grande abalo.

Segundo informações do jornal Estadão, pessoas ligadas a Rodrigo Maia oferecem cargos aos deputados que atualmente são ocupados por aliados ao governo. Isso está sendo visto pelo Centrão como um apoio velado, por debaixo dos panos, do Planalto a Maia.

Cogita-se, inclusive, que foi oferecido a Rogério Rosso (PSD-DF), um dos candidatos do Centrão à presidência da Câmara, a vaga de líder do Governo na Casa Legislativa com uma condição: ele teria que retirar sua candidatura.

Publicidade
Publicidade

Segundo Jovair Arantes (PTB-GO), o segundo candidato do Centrão à presidência da Câmara, Rodrigo Maia está prometendo cargos de forma indevida. O deputado afirma que Temer lhe garantiu que não iria se meter na disputa parlamentar. #Dentro da política