Flávio Bolsonaro, deputado estadual pelo PSC - RJ, publicou em sua página no Facebook uma matéria do Jornal Extra sobre a professora Denise Oliveira, responsável por uma série de discursos de ódio contra policiais militares em seu perfil no Facebook.

O caso que mais chamou atenção veio a público na última terça-feira (24), quando Denise comentou que a morte da menina Letícia, filha de um policial militar que foi atingida por uma bala perdida no Rio, foi um caso de "justiça divina". Na postagem em questão, Denise comparou a morte da menina com a morte de outros 5 jovens assassinados por policiais em Costa Barros, no subúrbio do Rio, em 2015.

Publicidade
Publicidade

Após inúmeras críticas, Denise ainda completou dizendo que poderiam xingá-la à vontade, que Deus já havia feito o "seu trabalho".

Flávio lamentou profundamente a postura da professora e alertou sobre a quantidade jovens que poderiam estar convivendo com militantes políticos extremistas como Denise, tentando impor uma visão de mundo mais violenta e intolerante. Flávio também questionou o silêncio do sindicato dos professores e expôs sua opinião sobre o fato, dizendo que provavelmente o sindicato está de acordo com a opinião de Denise. O deputado recebeu apoio de seus seguidores na rede social: "Imaginem o que fazia em sala de aula. Certamente já perverteu muitas mentes. Mais importante que um impeachment é expulsar e acabar com a influência de cada um desses canalhas das escolas, universidades e qualquer tipo de ensino", comentou Rodrigo Souza.

Publicidade

"Esses são a maioria dos professores e hoje estamos entregando nosso bem maior, nossos filhos, nas mãos desses lixos. Digo maioria porque conheço muitos professores que são de tirar o chapéu... Esperar o quê? Treze anos dando adubo pra erva daninha", comentou Luciana Fábio. "Meu querido, fiquei apavorada quando li isso e confesso que fiquei envergonhada, afinal sou professora. Quando li a matéria completa entendi... Pois, no face dessa criatura (que ela já apagou), havia mais algumas publicações de ódio. Não sei se o senhor viu, mas de uma pessoa que defende o que essa vergonha (porque pra mim é o que ela é: uma vergonha) defende, podemos esperar apenas esse tipo de comentários", comentou Luciana Mainieri. "O que esperar de uma esquerdista retardada? Olha o grupo que ela participa, defendendo bandido! Solução pra esse país. Parabéns pela família íntegra e honesta, que Deus abençoe e proteja vocês. Abraços opressores", comentou Ana Ferreira. Veja a postagem.

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fflaviobolsonaro%2Fposts%2F949602488508572&width=500 #bolsonaro #Flávio Bolsonaro #Violência