O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva não tem vida fácil no Brasil, onde é réu em cinco processos e pode ser preso a qualquer momento, o que impediria sua candidatura nas eleições presidenciais de 2018.

Nesta segunda-feira (16), Lula usou a sua página oficial no Facebook, onde é seguido por 2,4 milhões de pessoas, para mostrar o apoio que vem recebendo no exterior. O texto postado por Lula foi publicado pelo “The Guardian”, uma das principais publicações do Reino Unido e tem a assinatura de 22 pessoas.

Abaixo-assinado

“Após a remoção antidemocrática de Dilma Rousseff como presidente do Brasil por meio de um processo ilegítimo que viu 62 senadores derrubarem os votos de 54 milhões, houve uma campanha de difamação sem precedentes contra o ex-presidente Lula”, diz o trecho inicial do manifesto publicado pelo “The Guardian”

“Esse ‘julgamento pela mídia’ é uma tentativa de impedir Lula de participar do processo político.

Publicidade
Publicidade

Uma figura altamente popular, resultado de reformas que tirou milhões de pessoas da pobreza, Lula é considerado um possível candidato nas eleições de 2018”, continua.

Em relação às eleições do ano que vem, o PT deve anunciar Lula como o candidato do partido ainda neste primeiro semestre de 2017.

“Ao investigar Lula, os promotores não conseguiram encontrar nenhuma atividade ilegal. Apesar disso, eles o submeteram a uma série de constrangimentos e detenções arbitrárias, levando a uma investigação da ONU que ocorreu devido à preocupação de que seus direitos tenham sido violados”, prossegue o texto, assinada por 22 pessoas.

“Nós, que subscrevemos ao #Abaixo-assinado, nos opomos a esta campanha concertada contra Lula e solidarizamo-nos com aqueles que lutam pela democracia e pelo progresso social no Brasil", finaliza.

Publicidade

Entre os nomes que assinaram o abaixo-assinado estão o da doutora Julia Buxton, da Escola de Política Pública da Universidade da Europa Central, e o diretor de estudos latino-americanos da Universidade de Middlesex, doutor Francisco Dominguez.

“Só aqui nesse país mesmo, o melhor presidente que já teve,ter que ser protegido lá fora por conta de uma cambada de coxinhas mal intencionados e que não passam de golpistas”, disse um internauta em defesa do ex-presidente.

#Reino Unido