Segundo matéria publicada pelo UOL, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no período e que ficou na carceragem da Polícia Federal, exercia voz de comando sob os outros presos e organizava os afazeres "domésticos" do local. Porém, para abatimento do peemedebista, ele foi transferido para o Complexo Médico-Penal de São José dos Pinhais, onde agora está em uma cela isolada, sem contato com os outros presos, inclusive durante o banho de sol.

#Eduardo Cunha tinha como companheiros de cela na carceragem da PF Olívio Rodrigues e Luiz Eduardo Soares, ambos são delatores que trabalhavam no setor de propina da Odebrecht.

Agora isolado em Pinhais, sua defesa entrou com uma ação no STF tentando tira o ex-deputado de lá.

Publicidade
Publicidade

A argumentação é que o contato entre ele e a defesa agora é restrito.Também dizendo que essa mudança é uma forma de tentar pressionar Cunha para que ele aceite um acordo de delação premiada. Abatido, como disse um dos funcionários do Complexo, Eduardo Cunha agora passa seus dias estudando sua defesa e preparando orientações para os advogados. #Dentro da política