Um grupo de 12 deputados americanos, ligados a ala mais à esquerda do Partido Democrata, enviou ao embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Sérgio Amaral, uma carta com várias críticas ao governo brasileiro e a possível perseguição da Operação #Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva. Na carta, que foi enviada nesta quarta-feira (18), os deputados também enfatizaram uma desconfiança com o presidente Michel Temer e poucas esperanças do Brasil sair da crise com esse governo.

Respostas do embaixador

O embaixador Sérgio Amaral respondeu a carta no mesmo dia em que foi entregue. Ele informou aos deputados que o processo de impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff, ocorreu dentro das leis da Constituição brasileira.

Publicidade
Publicidade

"O ministro Ricardo Lewandowski presidiu a sessão no Supremo Tribunal Federal (STF) e tudo foi feito legalmente", disse Amaral.

Em relação às críticas feitas contra Temer, o embaixador deixou claro aos doze deputados, que a PEC do Teto, que limita os gastos públicos, tem o objetivo de melhorar a economia brasileira e essa é a real intenção do governo. Amaral também escreveu para os democratas detalhes sobre a importância da Operação Lava Jato no Brasil e no mundo. "A Lava Jato avança dentro da normalidade legal", ressalta.

Lula

O grupo de deputados também alertou na carta uma possível perseguição contra o ex-presidente Lula por parte do juiz Sérgio Moro. "Como pode alguém que tirou milhões da pobreza ser alvo de perseguição política", questionaram os deputados.

Em poucas palavras o embaixador foi contundente e respondeu que os méritos do ex-presidente Lula não podem passar por cima das leis do País.

Publicidade

Lula precisa respeitar as decisões dos tribunais e não tentar escapar sem dar explicações. Os escândalos de corrupção encontrados nos governos petistas não podem ser aceitos, apenas porque Lula é o presidente mais popular do Brasil.

Amaral terminou a resposta do documento dizendo que o Judiciário da amplo direito de defesa ao ex-presidnete e ele não pode reclamar disso. #EUA