Um site de #apostas canadense decidiu envolver seus clientes no cenário político brasileiro. Bumbet.com resolveu lançar uma nova aposta: Quem será o novo ministro do Supremo tribunal Federal (STF), que assumirá a cadeira do ministro falecido Teori Zavascki. Vários são os nomes citados, mas os mais cotados são o do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato e do ministro da Justiça Alexandre de Moraes.

É bem fácil participar das apostas. O usuário se cadastra, define qual será o seu nome e depois poderá fazer a aposta. Quem investir em Sérgio Moro, como futuro ministro, poderá receber sete vezes mais o que apostou, caso acerte a sua nomeação.

Publicidade
Publicidade

O juiz é o nome mais apostado, onde as pessoas estão mais confiantes para que assuma a Corte.

Apostar em um nome com menos chances, é sinal de mais dinheiro. Por exemplo, se alguém investir em Benedito Gonçalves, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), poderia receber até 36 vezes mais o que investiu, caso ele fosse o indicado pelo presidente Michel Temer. Pois, como o nome de Benedito é menos cotado, o risco de perder é maior.

Faturamento

A empresa canadense tem conseguido ótimos lucros com essas apostas. Em 2016, o site fez uma outra aposta do cenário político brasileiro sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A pergunta era: Você acha que Lula será preso em 2016? A aposta foi tão acessada que eles tiveram que tirar do ar. A maioria apostava em Lula preso. Diante disso, os apostadores de que ele não seria preso acabaram ganhando um acréscimo do que investiram.

Publicidade

Havia também uma aposta destinada ao presidente Michel Temer, se ele conseguiria permanecer no governo em 2017.

Com sede no Canadá, a empresa "brinca" e fatura com a #Política brasileira.

Acidente

Teori Zavascki morreu na quinta-feira passada (19), vítima de um acidente aéreo na cidade Paraty, no Rio de Janeiro. Ele era o relator da Operação Lava Jato no Supremo. Investigações estão sendo feitas para saber a causa do acidente. Está nas mãos de Temer a indicação de um novo ministro. #SérgioMoro