A morte do ministro e relator da Lava Jato, Teori Zavascki, desencadeou teorias da conspiração, dúvidas e relatos do passado. O ministro estava em um avião que caiu no início da tarde dessa quinta-feira, 19.

O engenheiro aeronáutico, Shaylon Ian, informou que o modelo acidentado, o Beechcraft C90GT, era uma aeronave nova e segura. Também informou que a documentação da aeronave estava em dia e que a mesma é líder de vendas no setor.

Shaylon ainda disse que é importante aguardar o resultado das investigações para saber o que, de fato, ocasionou o acidente, pois apesar de chover no momento da queda, a aeronave era adaptada para voar, mesmo em condições difíceis de clima.

Publicidade
Publicidade

A declaração do engenheiro fez com que os rumores de que Teori tenha sido vítima de uma suposta armadilha, aumentassem. Programas jornalísticos e internautas acreditam que o acidente foi, na verdade, uma forma de calar a Lava Jato.

Teori incomodava muita gente

Teori já havia arranjado inúmeras inimizades por conta de seu empenho na operação Lava Jato. O político já havia dito que existiam tentativas de se impedir a continuidade da Lava Jato, fato que também foi comentado por outros ministros, bem como por integrantes da própria Força-Tarefa.

Teori era o responsável por homologar as delações de empreiteiros e executivos da Odebrecht, o que pode desencadear um grande ciclo de investigações e prisões de políticos influentes em todo o país. A homologação deveria acontecer até o final de fevereiro, mas o ministro, por motivo desconhecido, quis adiantar a análise das declarações nessa quinta-feira, 19, quando abriu mão de curtir suas férias com a família, para sair de São Paulo e ir ao Rio de Janeiro.

Publicidade

O delegado da Lava Jato, Marcio Anselmo, disse achar estranho que as vésperas da homologação das delações do ‘fim do mundo’, o acidente tenha acontecido. Ele lamentou a tragédia e pediu uma investigação para saber porque o acidente aconteceu.

O juiz federal, responsável por julgar os réus da Lava Jato, em primeira instância, Sérgio Moro, também lamentou o ocorrido, prestando condolências à família do ministro e dizendo que ele foi um herói, pois sem Teori, a Lava Jato não teria chegado onde chegou. #STF #Acidente aéreo #Teori Zavascki