O site da revista Veja publicou, neste sábado, 28, uma reportagem que trata sobre o mandato do atual presidente da República, Michel Temer, do PMDB. De acordo com a reportagem da revista, existe um processo que pode culminar, inclusive, com a cassação do mandato do presidente. Esse processo, que está a cargo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), vê o seu número de páginas subir periodicamente. Hoje ele já estaria com incríveis 15 mil páginas, que trazem cada vez mais provas de que a campanha presidencial para reeleger a ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi bancada com dinheiro sujo, que veio dos mais diversos esquemas de corrupção.

Publicidade
Publicidade

Ao lado de Dilma, fazendo sua chapa eleitoral, quem estava era Michel, que pode pagar pelo erro da dupla. O esquema também foi mapeado pela Operação Lava Jato, que em segunda instância está com o juiz Sérgio Moro. O magistrado também investiga outros nomes políticos e empresários do país. Um dos mais conhecidos é de Luiz Inácio Lula da Silva, que, recentemente, está tendo problemas familiares, pois sua esposa, a ex-primeira-dama Marisa Letícia, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ela está internada em um renomado hospital particular de São Paulo, que chegou a vazar uma tomografia cerebral dela. O caso é investigado pelo Conselho Regional de Medicina do estado.

Quem está como relator do caso envolvendo Temer é o Ministro Herman Benjamin. Ele solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) cópias das evidências que envolvem ainda a empreiteira Odebrecht.

Publicidade

No entanto, Benjamin somente pode receber a documentação assim que elas forem homologadas. De acordo com a Veja, além de dar dinheiro para a campanha de Dilma, a Odebrecht é acusada de dar doações clandestinas ao PMDB, a pedido de Temer. Com isso, além do PT, o PMDB também teria se beneficiado diretamente do esquema de corrupção. O TSE recebeu um relatório da Polícia Federal, no qual diz que parte dos valores angariados na campanha não foram usados para pagar qualquer tipo de serviço, como os das gráficas. #Política