Um comunicado feito pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab, um dos membros mais importantes do Governo Temer, está preocupando internautas de todo o país. De acordo com o que Kassab disse em sua entrevista ao portal "Poder 360", até o final de 2017 as operadoras de #Internet poderão colocar limites para seus assinantes.

Com a mudança, o consumidor pagará por um plano de dados, como já ocorre nos planos para aparelhos móveis. Quando o plano for consumido, as operadoras poderão cortar o fornecimento de internet ou reduzir para o mínimo permitido em lei. Ou seja, a mudança mudará de forma drástica o uso da internet fixa, pois para continuar usando o serviço sem queda na velocidade, o consumidor terá que pagar a mais por isso.

Publicidade
Publicidade

Apesar disso, Kassab afirmou que a mudança deve trazer benefícios aos usuários, embora não tenha dito quais benefícios seriam esses. Além disso, ainda tentou justificar a mudança, dizendo que é preciso entender que as empresas que fornecem internet 'tem seus limites'. Veja o trecho da entrevista.

Como funciona o limite na internet fixa

Vai funcionar mais ou mesmo assim: você paga por um pacote de dados de 20GB de internet. Cada vez que você assiste um vídeo, acessa uma rede social ou escuta uma musica, este pacote vai se reduzindo. Quando este pacote chegar a zero, sua velocidade será reduzida. Para quem utiliza pouco a internet, a mudança talvez não seja significativa. Mas quem gosta de ver filmes, jogar online, acessa Netflix, Youtube, educação EAD, entre outros serviços que utilizam muitos dados serão prejudicados.

Publicidade

Brasil tem uma das piores internet do mundo

Apesar da defesa de Kassab, as operadores de internet do país estão em uma péssima posição. Além das altas taxas de reclamação dos usuários, pesquisas apontam que o Brasil oferece um dos piores serviços do mundo. Além de estar entre os mais caros, a qualidade de sinal também deixa a desejar.

Uma análise feita em 2016 mostra que nos Estados Unidos, um consumidor utiliza 7% de seu salário minimo para contratar um plano de 150 megas. No Brasil, o mesmo plano não sairia por menos de 30% do salário mínimo da época (R$880). A mudança na forma como a internet será entregue ao consumidor pode deixar as coisas ainda piores.

Em uma enquete no portal de Tecnologia do UOL, 87,95% dos votantes acreditam que limitar a internet fixa irá penalizar o consumidor. Já 6,95% concordariam com a mudança "se a internet brasileira fosse de qualidade" e 4,66% "se o preço fosse justo". Apenas 0,44%, dos 16.613 que votaram, acham que as operadores tem o direito de limitar a internet fixa. E você, qual sua opinião sobre esta questão? #Temer #Polêmica